Criando tabelas no BDados do AMADIS

Da AMADIS

Neste tutorial, mostrarei como deve ser criada uma tabela no banco de dados do AMADIS, modo a seguir todas as normas estabelecidas no projeto. Inicialmente, vamos definir o que vamos criar:

Nome da tabela:

  • tutorialtable

Campos:

  • code – inteiro
  • nome – string(100)
  • comment - texto
  • time - inteiro



Feito isso, vamos à prática: No phpMyAdmin, logo abaixo da lista de tabelas já existentes no banco de dados do ambiente temos a opção 'Create new table' e os campos 'Name' e 'Fields'. No primeiro campo devemos por o nome da tabela, como foi definido anteriormente sera tuturialtable, e aplicando as normas do AMADIS para BD, temos o nome TuturialTable como mostramos na figura abaixo:

Tutorial1.png

No campo field definimos qual o número de campos que terá esta tabela. No nosso caso serão 4 campos como foi definido acima. Feito isso vamos para a próxima etapa: definição específica dos campos.

Segundo a tabela de tipos do amadis, podemos ver na imagem em [1] os tipos adequados a cada campo. Nesta mesma imagem vimos em [2] que o campo 'code' será chave-primaria e tem a propriedade auto_increment, o que faz com que a cada nova inserção nesta tabela, o valor do campo 'code' se auto incremente.

Tutorial2.png

Ainda nessa imagem é importante ressaltar em [3] a tipagem usada para a tabela, INNO DB, o que facilita na hora de estabelecermos relações (Ver artigo sobre isso no final desta página). Como mostrado em [4], devemos sempre comentar o que nossa tabela faz, para que outros desenvolvedores não precisarem adivinhar o que sua tabela faz =D~ Pronto! Temos uma nova tabela criada no banco do amadis, dentro das normas, e pronta para ser usada.

É hora de conferir se tudo foi feito corretamente: Em [1] a mensagem do phpMyAdmin de sucesso, e em [2] podemos ver que o campo 'code' foi corretamente definido como chave-primária, a confirmação de que isso é verdade está em [3], onde temos a presença do campo 'code' como chave-primária:



Tutorial3.png

Observações (para criação de tabelas InnoDB com chave estrangeira):

1.Ambas as tabelas devem ser do tipo InnoDB, na tabela deve existir um índice onde as colunas de chaves estrangeiras listadas como as PRIMEIRAS colunas e na tabela indicada deve haver um índice onde as colunas indicadas são listadas como as PRIMEIRAS colunas e na mesma ordem. O InnoDB não cria índices automaticamente em chaves estrangeiras para chaves referênciadas: você tem que criá-las explicitamente. Os índices são necessários para verificação de chaves estrangeiras para ser rápido e não exigir a varredura da tabela.

2.Colunas correspondentes nas chaves estrangeiras e a chave referenciada devem ter tipos de dados internos parecidos dentro do InnoDB para que possam ser comparados sem uma conversão de tipo. O tamanho e a sinalização de tipos inteiros devem ser o mesmo. O tamanho do tipos string não precisam ser o mesmo. Se você especificar uma ação SET NULL, esteja certo de que você não declarou as colunas na segunda tabela como NOT NULL.

Links Relacionados

Ferramentas pessoais
Parceiros
















SourceForge.net Logo

Supported by Cenqua